Produção e Política Cultural

1. Dados do curso no SiSU


▪ Titulação: Bacharel(a) em Produção e Política Cultural. Produtor(a) Cultural

Código do curso: 5000920

▪ Turno: Integral (Matutino, Vespertino e Noturno)

▪ Regime: Semestral

▪ Grau: Bacharelado

▪ Duração regular: 8 semestres

▪ Total de vagas ofertadas pelo Sisu: 50 Vagas

▪ Este curso possui entrada apenas no 1º Semestre.

Site do curso: http://cursos.unipampa.edu.br/cursos/cultura/

2. Resumo


Bacharelado em Produção e Política Cultural visa à formação de sujeitos que compreendam a cultura como um processo de construção coletiva, de disputas assimétricas e composto por uma diversidade de agentes e interesses. O Curso objetiva a formação acadêmica por meio da construção de conhecimentos teóricos, metodológicos e práticos nas áreas de conhecimento das Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes, compreendendo o livre exercício da criatividade, a fruição artística e a cultura, enquanto direitos básicos do cidadão. Defende ainda a democratização dos processos decisórios em prol do acesso universal aos bens, práticas e serviços culturais. Esse arcabouço teórico e a experimentação providos pela vivência acadêmica servem de base para que o profissional em produção e política cultural, ético, crítico e consciente de suas responsabilidades sociais e cidadãs, atue na perspectiva da construção de uma sociedade justa, igualitária em direitos e oportunidades, e que valoriza a diversidade cultural.

3. Área de atuação


O bacharel em Produção e Política Cultural poderá atuar junto a grupos de artistas, coletivos, comunidades e grupos da cultura popular, enquanto um agente organizador da atividade cultural. Com forte perfil empreendedor, o produtor é capaz de auxiliar esses agentes criativos a se estruturarem administrativa, estética e financeiramente. Seja prestando um serviço pontual, como a concepção, elaboração e/ou execução de projetos culturais ou como agenciador artístico e cultural, o produtor é o profissional que aumenta a efetividade da ação cultural, provendo a orientação necessária aos trabalhadores da arte e da cultura para se estruturarem. O egresso poderá atuar junto a instituições artísticas e culturais preexistentes como centros, teatros, museus, entre outros, na gestão e administração desses aparelhos. Existem inúmeras instituições com esse perfil, especialmente públicas, que carecem do tipo de trabalho que o produtor pode desempenhar. Se por um lado é de conhecimento público e notória a precariedade das condições de muitas dessas instituições, principalmente no que tange a infraestrutura, condições de trabalho, remuneração e carreira, por outro, há uma demanda histórica por recursos humanos, especialmente de produtores e gestores culturais.

Clique aqui e confira os cursos da Unipampa no Guia das Profissões